Loading...

Translate

sexta-feira, 16 de maio de 2014

BANQUETE

Em terra úmida, finalmente o almejar para as ardências
das securas que os pulmões insistiam em absorver.
Na solidão em escuridão, nada mais estranho do que antes
em seu rastejante e solitário semi-livre viver.

O ar que não mais lhe entrará em mente,
doente, demente, agora regojizante, abraça o mesmo ausente!
Ah! Solidão de fato almejada e talvez agora em
razão e constante?

Não me enganes! Não me deixes ! Não arranque-me de onde posso 
ser útil ao salutar banquete da natureza...
...Não me arranques da forte e agora morte
para a vida em fraqueza!
J.Mendes
Foto: Julia Margaret Cameron ( 1817 - 1879)




Nenhum comentário:

Postar um comentário