Loading...

Translate

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Sem Começo

Achei que tudo poderia ser verdade
E que desta vez não tropeçaria na saudade
Almejei horizontes plenos
E  você  me viu pequeno

Trouxe o seu horizonte
Não bastante ser ao meu oposto
Você rompeu nossa ponte
Caí e quase morto sai do desgosto

Não faz mais sentido
ser teu amigo
Sequer haverá como antes
O amor que morreu sem amantes.
J.Mendes

2 comentários:

  1. Seu blog ficou lindo , mas amei seu seu poema porque muitas amoamos e quantas vezes sofremos por amado e amante.
    abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela sua visita e comentário querida Regina, e concordo com você, na verdade quando não sofremos não podemos dizer que passamos por todas as etapas do amor. Parece triste ou irônico, mas acho que é meio assim.... Beijos no coração

      Excluir