Loading...

Translate

segunda-feira, 15 de junho de 2015

Crítica Reversa

Já usou? Talvez as palavras pareçam meio confusas em relação a dar um sentido averso a crítica, bem...
Veja uma situação: 
Alguém lhe diz que, por mais altruísta que sejas, que você não passa de um egoísta e ainda tem a brilhante ideia de usar uma das frases mais batidas do mundo: " Seu umbigo não é o centro do mundo!" Uau...! Profundo e dramático, não acham...rs? Particularmente, se as pessoas querem dar efeito as frases que usam deveriam ter mais criatividade, frases batidas não causam impacto em minha opinião.
Obviamente uma sacanagem dessas nos coloca soterrados no subsolo!  Mas vai que dá para tirar proveito disso?

E se pensar: Meu umbigo não é, sequer meu problema e muito menos minhas limitações, ao acontecer comigo, minha primeira atitude de limite foi retornar a ligação e mandar a pessoa caçar abrigo em "ausência solar". ( Foi libertador, mas não é algo que me orgulho e sequer recomendo, mas vida é algo que cada um faz o que quer da sua.), Depois comecei a analisar isto ao meu favor, se tenho limites é porque tenho forças e se as tenho, realmente meu problema talvez esteja em uma proporção muito maior do que realmente é. Se tudo é do tamanho que imagino... Bingo! 

Dizem que os amigos nos bajulam demais e que os inimigos dizem a verdade, não creio, as pessoas são muitas e dizem muitas coisas em muitas ocasiões, acredito que caiba a nós analisarmos algo que julgamos tão injusto... Será que foi? Se não foi justo porquê me importo? O que posso concluir disso para minha melhora? Me alegarei inocente e ficarei na defensiva da próxima ofensa ou... Tornarei ofensas simples palavras que, as vezes, ouço...?
Será que a razão sempre me pertence?

#JMendes

Um comentário:

  1. Mais uma vez você tem razão. Assertividade é a palavra chave!
    Parabéns por mais este belo e instrutivo texto. Além de ser agradável, útil!
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir