Loading...

Translate

domingo, 14 de junho de 2015

Pensando ou não, relaxe.


Quantas vezes for necessário devemos parar para repensar ou desligar de inúmeras coisas. Alguma vezes o problema é tão grande que tapa a visão para a solução do mesmo quase que cegamente.
Em outras ocasiões, passamos horas, dias e até mesmo anos fazendo algo do qual sequer nos perguntamos como seria cinco minutos de nossa vida fazendo diferente!
Férias? Rs... Essa parte me diverte particularmente, passamos o ano inteiro esperando as férias chegarem, prometendo fazer coisas em nosso benefício e descanso... Fazemos isto? Ou programamos uma viagem no qual voltamos mais cansados do que nos outros dias do ano, ou então nos aventuramos com aquele tipinho na net que nunca vimos e temos sorte de VOLTAR apenas com uma ilusão do que com um psicografia pós morte sobre nossos últimos momentos de vida na mira de um psicopata, claro, sem contar aquele parente, ou amigo de amigo, que quase nunca dá certo, ou seja, se aborrece e não aprende!
Já pensou que talvez não precise de férias para tirar férias? As mesmas podem ser mentais, e creia, poderá fazer isso sem se aventurar ou até mesmo se ausentar. Certas coisas em dosas terapêuticas são como homeopatia na prática, demora, mais resolve sem maiores reações adversas.
Imagine se todos os dias você puder abrir a página de um livro que vem adiando? Procurar durante o dia uns minutos apenas seus, se há um programação que ninguém mais gosta, ora, veja tu! E por quê não?
Muitas das vezes as pessoas acabam nos convencendo que aquilo que mais gostamos simplesmente não vale a pena.
Seja persistente nos seus gostos e respeito o gosto dos outros, assim como espaço, limites, postagens, brincadeiras, tudo isso é legal! Mas venhamos e convenhamos, quando vezes não tivemos vontade de socar a cara de um amigo que resolve bancar o babaca? Acha que o mesmo não acontece conosco? Não fazemos coisas que achamos errado, e sabe lá se nosso achar bate com o conveniente do outro? Se for do tipo "invasor" segura tua onde pra não invadirem teu espaço e se o fizerem... Antes de encher a paciência de quem quer que seja, repense você. É do tipo isolado como eu? Por mais que fosse tranque sua gaiola, sempre aparece um passarinho enxerido para piar na frente da tua gaiola, ou seja, tá na hora de dar uma endurecida nesse vidro e entender que não controlamos o bico dos outros.

Um comentário:

  1. Adorei a sua postagem... Cheguei mesmo a relaxar!
    Uma deliciosa leitura. Recomendo para quem quiser, além de relaxar, ler um belo e suave texto.
    Parabéns, obrigado e um grande abraço!

    ResponderExcluir