Loading...

Translate

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Metade

Fumo as horas
trago o tempo
inspiro você
expiro  ânsia de te ter

Novamente em meus braços
entorpecida de beijos eu a fazia
perdia a hora e o juízo
por nossa paixão nobremente vadia

A cada batida de nossos peitos colados
roubei uma batida do teu coração
e teus lábios que eu mantinha calados
tomei tua essência em sofreguidão

É uma questão de tu contar tuas batidas
vem te completar, a tua, as nossas vidas.

J.Mendes


Nenhum comentário:

Postar um comentário