Loading...

Translate

terça-feira, 25 de março de 2014

BILHETE

A cada manhã não acordo,
desperto dos teus braços.
A cada vez que adormeço
é apenas um fechar de olhos dos nossos lençóis amassados.

Eu não sonho com você,
faço ensaios em aprendiz de amante,
entrelaçada em seu dorso até o amanhecer,
te distraio das horas mesmo com a noite já vacilante.

Ficamos ligados e sintonizados
carne e mente.
Muito ocupados e sincronizados.
O tempo se torna apenas aquele presente.

Seguindo de presente que se repetem,
presentes que cansados e amando adormecem.

Acordo e olho a cama vazia,
mas teu cheiro me isenta a agonia,
sem ignorar seus mimos em meus pertences antes de sair, vou ligeira!
Eu necessito daquele bilhete na geladeira!
Nele você não esconde sua ansiedade para que passe o dia,
e amo a forma como deixa a entender:
 " Louco para te beijar inteira!"
J.Mendes


Nenhum comentário:

Postar um comentário