Loading...

Translate

quinta-feira, 6 de março de 2014

Limites

Foi naquela noite em que a brisa  em foco nos dizeres suspensos,
dois lábios no silêncio necessário deslizaram e nem mesmo o que
antes parecia torto impediram aqueles corpos tensos

ambos em uma única matéria
sussurravam palavras arrastadas
em um suavizar tendo em sintonia a ideia
de que naquele momento sua almas foram juntadas

Ainda posso me lembras de cada beijo
a cada piscar de olhos posso ver até que ponto
cedemos ao desejo.

Lembrar é pouco para descrever a nossa ausência de limites...

Basta lembrar dos limites para acordar minha ilimitada mente
ao que tudo descrito, em fato desmente.
J.Mendes


Nenhum comentário:

Postar um comentário