Loading...

Translate

quarta-feira, 26 de março de 2014

Mil vezes

Vou esperar o momento certo.
Juntarei cada parte dessa situação que dizem e à mim não vista como humilhante,
cada golpe concreto.

Vou fugir de minha súplica poética e aspirante.
Seguirei a ansiar o momento em quem sinta a irracional atitude 
de me julgar por amor vagante.


De onde eu estiver, ficarei,
e lá chegará você para que eu o faça meu amante.

Serei racional,
contudo, dentro disso sentirei o limite do que sou!
Meus limites apenas assimilam o passional!
Em seguida, se for de destino, vai-te, como quem nunca me tocou!
Quem soube esperar por um amor por, mesmo que por um dia, aprende a ser racional.

Mil vezes o teu toque.
Do que uma vida sem conhecê-lo por um momento que se pode.
J.Mendes






Nenhum comentário:

Postar um comentário