Loading...

Translate

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

RETORNO

Ela voltou, ou a chamei. Não sei.
Sei que não fora outrem que a trouxe.
Somos ela e eu, ou só há nos duas em mim.
Talvez  ela seja realmente um instinto.
Talvez seja um limite.
Ou quem sabe uma estagnação mental necessária e natural.

Ela voltou, ou talvez nunca tenha ido embora... Bem, não sei.

Ela voltou, ou talvez nunca existira, mal sei.

Ela voltou, talvez seja eu a peregrina, imaginei.

Ela voltou, eu neguei, tentei.

Ela voltou, contra seus passos valsei.

Ela voltou, em suas ondas me levou, nadei.
J.Mendes

2 comentários: