Loading...

Translate

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Pelo Vão

Pelo vão das cortinas esperei,
sua chegada, arrependimentos,
até mesmo tolas palavras.

As mesmas me enroscaram em sombrear
quando a alegria do sol debochava de minha tristeza 
e no solavanco obrigavam minhas lágrimas a desidratarem

Quantas vezes estes vão de velhas cortinas foram fechados para
dar licença a tua alegria?

Entre vãos, sobrevivi para causar uma separação
à fim de que  nossa felicidade não perca a magia.

J.Mendes





Nenhum comentário:

Postar um comentário