Loading...

Translate

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Pecado

Acreditei que meus anos de experiência 
não me permitiriam tal inconsequência.

Ao te ver em minha frente, parada,
como uma obra de arte lapidada...

Percebi que a vida me jogara outra bifurcação,
quis salvar meu coração ao mesmo tempo em
que me liberava prisioneiro de sua paixão.

De certo perdi o juízo, as horas e talvez minha identidade
mas não me permiti ganhar sua ausência
em troca de uma falsa moralidade.

Hoje vivo a indiferença do que fizemos de errado
e desejoso em ter de toda  a nossa paixão, mais pecado.

J.Mendes

Um comentário: