Loading...

Translate

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Individuais

Sensações que o tempo engana-se ao pensar que levou
Lembranças de um sonho nunca vivido
por uma paixão abortada.

Incógnitas de quão suave seria pernoitar
em seus pensamentos simultaneamente

Viver a saudade do que foi declarado,
não reconhecido e rejeitado

O tempo carregou apenas a esperança e a
concretizou como o grande erro que não acertamos em cometer

Te carrego na consciência de quem te falou
de um amor verdadeiro

Não me carregue, sou apenas a pessoa que viu as coisas maravilhosas
em você que no teu tempo ainda não te deu conta.

J.Mendes






2 comentários:

  1. boa noite querida amiga valorosa poetisa gostei muito, sensações tempos idos, lembranças deixadas jamais passadas, assim somos nós acalentando emoções adorei belo e profundo poema parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelas belas palavras amigo poeta

      Excluir